terça-feira, 26 de novembro de 2013

Planejamento, sempre!

Você quer ser bem sucedido na vida, se dar bem em suas atividades? Ou não? Se não estiver com esta pretensão pare por aqui e não continue a ler este texto, que contém algumas dicas importantes sobre Planejamento. Caso queira melhorar em todos os aspectos siga adiante e aproveite!  

O que é um Planejamento?
Pergunta que pode ser simples para algumas pessoas e um pouco mais complexa ou mesma sem resposta para muitas. E eu respondo: um planejamento consiste em técnicas mentais, às vezes intuitivas, mas na maioria dos casos elaboradas com o objetivo de proporcionar a execução de alguma tarefa, estudo trabalho, diversão, enfim, qualquer atividade em sua vida.

Tudo aquilo que você faz ou pensa fazer, se tiver um planejamento, mesmo que simples, mental, terá infinitamente maiores possibilidades de sucesso! Não pense que isso é lero-lero! A prática e o aprendizado dessas técnicas de planejamento farão que você não precise muitas vezes de anotar nada, porque seu cérebro já estará habituado a funcionar bem e racionar de maneira correta para cada caso. Um Planejamento dever ser sempre dinâmivo, por sua natureza. A figura ao lado mostra os itens Planejar, Preparar, Acompanhar e Revisar. E demonstra o fluxograma de um planejamento bem simples!  

Então vamos lá. Vou listar a seguir alguns parâmetros que devem ser tomados para que se faça um planejamento.

Como se deve fazer um planejamento?

Para iniciar pense naquilo que tem em mente fazer: uma viagem de férias, um trabalho, uma consulta ao médico etc. Defina para efeitos de exercício um destes itens e anote claramente em um papel ou no computador o seguinte: O que, Quando e Onde.

O quê terá por resposta o seu objetivo. Por exemplo, uma visita ao médico. Quando, responderá a data prevista para a consulta e Onde, o local do consultório. Procure deixar bem claras as respostas para estas três perguntas. Se possível complemente com as perguntas Como ePor quê?

Primeiramente vamos procurar detalhar as respostas, que servirão de bases para seu Planejamento:

O que?
Resposta: visita ao médico... Mas qual médico, ele aceita seu convênio ou poderá ser consulta particular? O médico foi indicado por alguém que você já conhece ou você possui boas informações? Veja que alguns detalhes irão aparecendo ao longo de seu planejamento, que será bastante dinâmico, conforme disse anteriormente.

Quando?
Resposta: qual a data em que seria realizada a consulta. Vai depender então de outros detalhes: desde que já temos escolhido o médico, falta ainda marcar a consulta, o horário, saber se o atendimento é por ordem de chegada... 

Onde?
Definirá o local de sua consulta. Você poderá dizer que isto é óbvio. Mas saber onde fica o consultório ou clínica poderá lhe adiantar se você irá de carro ou não, como estará o trânsito na hora marcada, a distância que fica de sua casa e outros...

Por quê?
Sua consulta pode ser rotineira, se estiver fazendo um “check-up” apenas. Mas nem por isso deixe de anotar alguns dados específicos sobre você para informações mais precisas ao médico. Se por outro lado você já identificou um problema é bom que leve todas as informações sobre o que você sente para que o médico possa fazer uma melhor avaliação. E evitará que você esqueça detalhes importantes. É isso, basicamente.

Ao terminar de fazer um Planejamento você terá anotado todos os aspectos essenciais sobre o tema. Vários outros questionamentos podem surgir e deverão ser acrescentados ao exemplo acima. Como exemplo, apenas como efeito de raciocínio, mais algumas indagações que precisarão ser respondidas para que seu planejamento esteja completo: você irá sozinho ou acompanhado? Com que roupa irá? Se as condições da clínica não forem favoráveis que providência você poderá adotar? E se o médico atrasar, o que fará? E assim por diante.

Ao final de seu planejamento tudo estará previsto e você terá maiores possibilidades de sucesso. Tente empregar este método em várias situações, como fazer um planejamento de uma viagem de férias! Tudo anotado, com todos os detalhes...

Com esta prática poderá constatar facilmente que ao longo do tempo as coisas simples serão planejadas automaticamente por você. Ou seja, sua mente já estará habituada a fazer o planejamento!

Veja também nas redes sociais:


Nenhum comentário:

Postar um comentário