terça-feira, 28 de abril de 2015

A pureza de uma criança


Existem gestos e atitudes de criança que externam uma pureza e admiração pelo que ela vai descobrindo. São pequenas estórias que nós contamos e brincadeiras que para elas têm um significado interessante. Tornei-me um verdadeiro avô coruja mesmo. E tenho necessidade de registrar o máximo possível os momentos que temos com ela porque o tempo vai passando rapidamente e quero aproveitar bastante. 

Minha netinha Isabela está com um ano e quatro meses, sempre me fascina com o seu aprendizado constante e rápido. São palavras novas que vão aparecendo em seu vocabulário, pequenas frases que começam a ser montadas e traços de sua personalidade que vão aparecendo pouco a pouco. Tem uma capacidade de aprender rapidamente e isso me faz muito feliz. Está despertando para tudo na vida! Cada dia que passa mais uma novidade que ela aprende. Muito bom este acompanhamento e nos trás alegrias sempre.

 

Fiz uma carta para ela logo após seu nascimento, no sentido de que ela saiba minhas impressões quando tiver o discernimento da leitura e da idade. Certamente eu não estarei mais aqui neste plano, mas ela poderá ver muitos registros nossos. Coisas por exemplo, que não tenho dos meus avós pelas condições tecnológicas daquela época.  

Há uns três meses mostrei a lua para ela, em uma noite muito bonita. Ficou encantada! Demorou um pouco para diferenciar entre a luz de um poste, mas logo apontava o dedinho para a lua, quando eu perguntava. Daí para frente começou a admirar a lua e a me mostrar todas as vezes que vai saindo de nossa casa.

Ontem foi uma despedida especial. Pelo fato de perto da lua apareceram três estrelas e eu ter dito que uma delas era dela e tinha seu nome. Ficou encantada com a ideia. Depois, na presença de todos, dizia que a tal estrela (a mais luminosa) “era dela” e tinha o seu nome, e ela dizia ser a estrela da “Bela”.

Sua admiração, curiosidade pelo nosso gato Babu e às vezes certo temor é registrada de vez em quando. Aprendeu a chamar o nome dele de forma muito engraçada, de modo que nem eu mesmo consigo reproduzir. Usa esta “técnica vocal” quando quer brincar com o nome das outras pessoas que conhece. E sorri muito!

Sobre música suas preferências são interessantes. Notei que tem ritmo bastante e dança quase todas as canções que ouve. Comigo ao violão pede sempre a Bila Bilu e outras do tipo. Tenho que aprender o repertório dela, agora! 
 
Na hora dos lanches começo a provocá-la oferecendo umas misturas interessantes. A princípio foi apenas um pouco de café com leite, que ela provou, molhando seu dedinho na xícara e após provar disse convicta: “é bom!”, do mesmo jeito que costumo dizer quando gosto dos lanches ou alimentos...  

Semana passada prometi para ela que no sábado, quando iríamos para nossa casa da praia, lhe mostraria um sapo, como ela chama, o “croc croc”... Mas o sapinho de verdade desapareceu... Arranjei uma saída de última hora que funcionou bem! Foi mostrar dois sapinhos de enfeite que estavam por lá enfeitando a lateral do jardim. Ficou empolgada, deu banho nos sapinhos de brinquedo e gostou muito de ter visto pessoalmente aqueles bichinhos que já conhecia de seus livros.

Isabela demonstra ter um gosto pela “leitura”. Olha detidamente os livrinhos que ganha, conhece todos os animais, o que eles fazem e os sons que emitem. Começou a contar até dez e me imita, com a mão na cabeça, em alguns exercícios de alongamento. Gosta demais de bola e de dançar. Aprende muito pelos vídeos para crianças que mostramos para ela na televisão ou computador.

Usa sempre roupinhas bonitas, um macacão, jeans, pijamas coloridos e uns vestidos de muito bom gosto. Agora ganhou da minha filha uns sapatinhos iguais aos da mãe. Ficaram muito legais. Só vendo os “looks” para conferir!

A felicidade de uma criança que gostamos muito com pequenas coisas, a ausência do medo, a pureza e o desabrochar para uma vida inteira são motivos de muita alegria. E que todos nós devemos compartilhar com os familiares.  


Veja também nas redes sociais:

  
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário