sábado, 18 de janeiro de 2014

Tecnologias distintas que habitam o nosso mundo e nosso ser

Dia bonito pouco sol, clima frio ao amanhecer, boa música e estamos com o espírito preparado para as atividades diárias. A música com toda certeza influencia nossa mente e limpa as conexões, podemos assim dizer. A paz está presente em meu espírito neste momento.  


Uma das canções lembra muito o meu pai e isso é legal demais. Ele está sempre presente em minha vida. “Amigo é coisa pra se guardar a sete chaves”, como diz a Canção da América, do grupo 14 Bis... “Mesmo que o tempo e a distância digam não o que importa é ouvir a voz do coração”... “Qualquer dia a gente vai se encontrar”, diz a linda canção.

Voltando à realidade: projetos e sonhos ou seria melhor inverte a ordem? Muitos sonhos, alguns planejamentos que pretendo colocar ainda em execução neste ano de 2014. Os pensamentos voam a mil e as idéias também. É preciso ter calma e saber escolher as prioridades...

Já notou que a cada dia que passa o volume das informações aumenta e a carga das pressões de toda ordem cresce?

Independente do assunto vários canais de nossa mente são acionados, que por sua vez tratam dos serviços, do lazer, da saúde e de uma gama de temas. Os meios eletrônicos contribuem de forma significativa para isso. Hoje sabemos de quase tudo que acontece no mundo em instantes. A propagação dos conhecimentos é muito rápida.

É possível ativar um filtro mental?

Assim como os recursos de alguns programas de computador do tipo gerenciadores de e-mails, nosso cérebro deve instalar e aperfeiçoar vários filtros para as mensagens, separando aquelas úteis e jogando no lixo eletrônico mental tudo que não presta ou é considerado como “spam”... Sim, temos várias pastas de armazenamento. Algumas delas mais à frente, com traços de memória bem fortes e outras meio ou totalmente arquivadas.

Sem a frieza dos equipamentos eletrônicos e sim, com a perfeição que o corpo humano foi construído os assuntos e temas “arquivados” possuem modos fáceis de recuperação. Basta você ligar uma imagem, uma música, uma palavra, para que determinado assunto que você pensava que nem estava mais gravado em sua mente aparecer rapidamente! E melhor, quanto mais você processa este tema antigo que voltou mais lembranças e detalhes surgem! Os diversos filtros que podemos criar são ativados ou desativados intuitiva ou automaticamente. Mas para que tudo isso ocorra é preciso que façamos um treinamento mental.  

Não pensava assim há alguns anos, mas já acostumei com a certeza de que a maioria de nossos sonhos não poderá ser transformada em realidade, em razão do próprio tempo de nossa curta existência neste plano. E quando isso acontece é muito bom porque o nível de ansiedade cai e tocamos a vida de forma mais suave. Há os deslizes naturais criados pelas esperanças e expectativas que nos surgem, mas logo vão se acomodando na mente como se tudo ficasse em uma fila digital e virtual, mental e intuitiva.

Recebemos notícias, mensagens e fotografias de filhos, de netos, de familiares e de amigos pela internet com uma velocidade espantosa! E esta comunicação é muito boa porque modifica a relação distância “x” presença física. A possibilidade e facilidade de comunicação através das redes sociais, do telefone celular e dos programas que eles possuem, como o Whatapp, Instagram, dentre muitos.

Assim colocado, em termos de tecnologias modernas e a fantástica máquina que é a que possuímos em nosso corpo, vamos aproveitar este dom da natureza que é a nossa mente e o seu enorme poder. Se possível utilizar os materiais, os conhecimentos, os informes recebidos, enfim, tudo, para o caminho do Bem.

Oportunamente pretendo escrever um pouco mais sobre as freqüências de todos os tipos que recebemos durante nossa existência.

Cuidemos de nosso tesouro virtual, pois ele servirá como a essência de nosso espírito em sua caminhada infinita pelas inúmeras passagens neste e em outros planos. Vamos fortalecer as colunas de ações positivas na planilha de nossa mente, que está armazenada em algum outro local, certamente. E dessa planilha se perderá.


Veja também nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário