domingo, 1 de março de 2015

O Jogo da Vida - Start Game e Game Over


Nasci! E começou tudo para mim, um “Start Game”, eu diria. O jogo da vida teve início, para o início de uma intrigante e fantástica aventura, mas com fases indefinidas. Sem direito a bônus, nem vidas extras, nem os conhecidos “Checkpoints”, que são pontos que você pode repetir novamente, voltar até eles e começar tudo de novo sem voltar ao início de tudo. Mas no jogo da vida é tudo muito diferente dos jogos de videogame. Você pode escolher seus caminhos, mas não poderá modificar nada. Não há “Setup” ou “Configurações” para que você determine suas preferências ao jogar.  

É assim que o jogo funciona. Tem início e você nem sabe que está jogando. Mas com alguns anos as fases novas vão aparecer e com ela um vasto número de possibilidades a sua escolha, outras nem tanto e algumas por pura sorte ou azar. Nas primeiras etapas as novidades são semelhantes para todos. É preciso muita cautela por parte de quem cuida de você por controle remoto, como seus pais. Administrando seus passos de forma segura até o alcance de uma mentalidade suficiente para traçar seu próprio caminho.

Daí para frente você consegue apenas referências de quem já está em fases mais avançadas, mas não quer dizer que seguindo os meus caminhos os resultados serão satisfatórios, bons ou excelentes. A característica principal do Jogo da Vida é não ter uma regra definida para todos os casos. Todos os lances podem ser parecidos, mas não necessariamente iguais. É isso que requer sua atenção, pois com a inexistência de bônus você só tem uma única vida. E se perdê-la será Game Over...

O joystick é sua mente, que comandará todos os seus movimentos de seu corpo, pensamentos, decisões, avanços ou recuos. A velocidade de raciocínio cada vez é maior. E as estratégias têm que se adaptar a esta ou aquela condição do jogo. Quer sozinho ou com suas famílias a decisão será sempre sua. Adianta apelar para um jogador mais experiente, como alguém de sua família ou amizade, isso é jogada válida! Mas nada de garantias plenas de que vai conseguir os mesmos resultados.  

Ah... Esqueci de dizer que no Jogo da Vida não existe “pause”. Não há pausas e você tem que agir de modo contínuo, sem nada retroceder ou parar por um segundo. O controle é rígido por um relógio espiritual (digamos assim), um contador preciso de seu tempo. Mas que você não pode ver! Este é o grande segredo. Quanto tempo falta para terminar o jogo? Ninguém sabe. Alguns recebem sinais físicos de que as dificuldades aumentaram e entraves fortes podem significar o “Game Over” antecipadamente.

Quando você está em uma fase do jogo que considera mais avançada percebe que já atravessou barreiras que os outros ainda nem sonharam que existem. E tentar explicar aos mais novos é uma difícil tarefa, pois todos acreditam que alternativas mais podem surgir para eles e assim continuam os desafios. Nas fases ainda mais avançadas o jogador fica mais experiente por ter ultrapassado as anteriores com sucesso. Podemos observar o final do jogo e como ele acontece para muitos. Tais observações poderão ser úteis no decorrer das etapas (ou não). Tudo depende de como o jogo foi programado para você e de seu desempenho frente às tarefas solicitadas.

Pontos adquiridos no início do jogo podem ser úteis nas etapas finais. Da mesma forma pontos perdidos ou metas não alcançadas podem interferir seriamente na dinâmica progressão do jogo da vida. Hoje, ao longo da partida, para a qual não houve treino, reconheço que perdi alguns pontos no início e mais tarde ganhei outros, mas esse controle não é mensurável para os jogadores. Somente estará bem visível, clara, límpida e cristalina, na versão oficial, que conheceremos apenas o “Game Over”. Essa nova partida é incerta e poderá ser disputada em outras arenas do Universo, quem sabe?

Para o jogo da vida existem manuais, os mais diversos. Mas construídos através da experiência de outros jogadores. Não há instruções de fábrica. E ao final também não existem aquelas opções “Continue” ou “Quit” conforme a figura ao lado. Significa mesmo que o jogo acabou , “Game Over” – Fim do Jogo!


Veja também nas redes sociais:



Nenhum comentário:

Postar um comentário