quarta-feira, 9 de março de 2016

O Brasil na atualidade e os indicadores que mais nos assustam

Sei que o Brasil enfrentou anteriormente períodos difíceis e conseguiu superá-los. Mas nos últimos tempos não tinha me deparado ainda com uma complicação dessas. E não precisamos esforço para procurar. Difícil é selecionar dentre os setores prejudicados aqueles que estão em pior estado.
 
A Corrupção

Em meu entendimento o mal pior. Enraizado em vários setores da sociedade, no meio político, entre os gestores, os maus empresários, os atravessadores, enfim em uma gama de segmentos. E seus desdobramentos merecem ser mencionados, porque se há um criminoso, por um lado, por outro há aquele que o defende, um outro que tenta comprar sua absolvição e por aí as coisas se seguem como em um interminável novelo, com desdobramentos infindáveis.

O Desemprego

Com os indícios de uma crise econômica aumentando há o desencadeamento em cascata de outros problemas. Dentre eles o desemprego, nos mais variados setores da economia. Há uma apreensão, um medo que paira no ar, principalmente para aqueles que ainda estão com seus empregos. E um desespero para outros que infelizmente foram despedidos em razão da fraqueza da economia brasileira. Tudo isso gerando, logicamente, mais problemas sociais. É aquele trabalhador que comprara um apartamento e agora tem que devolvê-lo porque está desempregado. O fim de muitos sonhos.

A Crise Política
 
A ética e a moral têm sido valores massacrados na atualidade. Com os múltiplos casos de denúncias, de acusações, de processos que culminaram em prisões dos envolvidos. E o pior: parece que não tem fim! Quando um caso é desvendado surgem vários outros... Como se os ilícitos parissem filhotes a todo instante.

Assim, com a classe política bastante envolvida a população já não sabe mais a quem apelar. O Brasil está paralisado há um ano, pelo menos. O governo tentando apoio para conseguir aprovar mais impostos para tapar os rombos e os políticos, por sua vez, dificultando, não por querer o bem do povo, propriamente, mas também porque a carga tributária é excessiva no Brasil. 

A Economia

Estagnada em muitos setores, a economia padece e vai deixando rastros fortes entre a população, a sociedade. Milhares de postos de trabalho vão sendo fechados, acarretando o conhecido efeito dominó. O desempregado não compra, o comércio demite mais e depois mais estabelecimentos são fechados, as indústrias diminuem a produção etc.

A área da Saúde
 
Na área de Saúde encontramos problemas variados: hospitais sem condição de atendimento, falta de médicos, equipamentos, ambulâncias, leitos, remédios... Muitas unidades que começaram a ser construídas, mas foram interrompidas. Uma lástima. Consultas para serem marcadas e o pessoal não consegue. Licenças ou perícias agendadas com o INSS mas em razão de sucessivas greves o povo continua padecendo.

Segurança Pública

Estamos caminhando para um verdadeiro caos. Observem: os cidadãos foram desarmados e não podem mais ter o direito de defender suas vidas e a de seus familiares. As polícias não conseguem vencer o crime organizado, nem muito menos as outras facetas de crimes isolados. Assassinatos, assaltos, furtos, roubos, crimes bárbaros ficam na maioria das vezes apenas nas estatísticas, na frieza dos números.

Nós estamos verdadeiramente enjaulados em prisões domiciliares, na verdade, com os criminosos à espreita, esperando um momento para nos atacar, nos roubar, nos agredir. Chegamos quase ao fundo do poço. A banalização da morte já acontece. Os noticiários no dia a dia estampam os mais odientos crimes, bárbaros, e nos acostumamos com os fatos. É preciso mudar!

Contribuir é necessário


Se você gostou deste texto compartilhe com seus amigos, divulgue nas redes sociais, faça seu papel de cidadania. Não podemos ficar mornos com a situação. Casa um pode – e deve – contribuir de alguma forma para encontrarmos juntos uma melhora para nosso excelente Brasil, antes que seja tarde demais.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário